Lembrar é viver sempre

Amigas e amigos

Não temos como agradecer as manifestações de carinho, solidariedade e amizade para conosco e, sobretudo, em relação à nossa mãe

Maria Aparecida BACCEGA

que deixou amizades profundas e exemplos marcantes.

Presentes nestes momentos tão difíceis na vida de qualquer pessoa, todos vocês foram fundamentais para que pudéssemos atravessar os piores instantes. Cada palavra e cada gesto será sempre lembrado.

Neste sábado dia 11, às 16h45, haverá uma missa na
IGREJA DE SÃO DOMINGOS para celebrar sua vida, tão intensa, e seus valores, tão fortes.

Mais uma vez fica aqui nosso abraço mais que apertado e cheio de gratidão…

Valter, Fabiano e Família

Posted in cotidiano | Leave a comment

Tristeza absoluta

Com muita tristeza informo que nos deixou hoje minha mãe, Maria Aparecida Baccega, Bá, Cida, Cidinha, Dona Maria, Vó…
Muitos a conheciam.
Professora sempre, ensinou lições de vida e solidariedade até o último instante.
Isto conforta.
Fica um beijo e um enorme muito obrigado.

Valter, Fabiano e família.

O velório acontecerá no Araçá
hoje (sexta) de 22h00 às 23h00
amanhã (sábado) de 07h00 às 11h00
O enterro será às 12h00 no
Cemitério do Morumbi.

Posted in cotidiano | Leave a comment

Forte e fraco

com o tempo
a gente aprende que
toda demonstração de força
é também de fraqueza

Valter Caldana

Posted in cotidiano | Leave a comment

Réveillon

Nasce mais um ano.
2020 chegou.
No que estou pensando?

Que no momento não temos futuro.
Que estamos sob a égide do desmonte.
Delenda Brasil.
Que só após terminado este processo é que as novas gerações,
este pessoal que hoje tem entre 10 e 25 anos,
vai projetar e construir algo interessante com os cacos do que sobrar.

Espero que sejam clementes conosco.
Mas, sinceramente, não deveriam.

Valter Caldana

Posted in cotidiano | Leave a comment

2020

Eu estava cometendo um grande erro, mas percebi a tempo de me corrigir.

Eu nunca fui fã de festas que proponham alegria com hora marcada. Não sou fã do carnaval, e não sou fã de festas de final de ano.

Para piorar a situação, em mais de meio século eu nunca estive tão decepcionado e entristecido com relação à situação geral do Brasil e do mundo em que vivemos e tão pessimista com relação às perspectivas de melhoras nos curto e curtíssimo prazos (tipo ano que vem…).

Não acho que o próximo ano será melhor. Ao contrário, acho que será pior que este. Por isso havia decidido, infantilmente, não participar destas correntes de troca de mensagens algo excessivas de final de ano. Seria hipocrisia, pensei eu.

Porém, refletindo um bocado sobre a questão acho que um certo espírito Scrooge, só que de final de ano, me tocou.

Percebi que a mensagem de final de ano não tem nada a ver com o que eu penso ou acho pois isso, como sempre, pouco importa na ordem geral das coisas mas, sim, com o que eu desejo.

E, o que eu desejo é, de fato, que o próximo ano seja muito melhor para todos, que os valores e sentimentos mais sensíveis e sensatos de nossa civilização cristã ocidental voltem a ter lugar e a fazer sentido na vida e nas práticas cotidianas de todas as pessoas.

Misericórdia acima de tudo. Alteridade…
Fraternidade, solidariedade, senso de justiça.
E a eterna busca pela Igualdade e pela Liberdade.

Que venha o novo ano e nele possamos estar todos juntos, irmanados neste desejo, independente do que achamos que vá acontecer.

Que se abram as portas das cidades!!

E, para terminar sorrindo, convido amigas e amigos a cantarolar juntos…

vinte e vinte vem aí, lá lá, lá lá lá lá.
vinte e vinte vem aí, lá lá, lá lá lá lá…

Posted in cotidiano | Leave a comment